A vacina tetravalente contra a gripe

A influenza, ou, como nós conhecemos, a gripe, é uma das infecções respiratórias mais comuns em todo mundo, responsável por epidemias anuais durante o outono e o inverno. Proteja-se com a vacina tetravalente.

A gripe é causada principalmente por dois tipos do vírus influenza, os tipos A e B. O vírus influenza A é classificado de acordo com duas proteínas que fazem parte da sua estrutura: a Hialuronidade (que vai do H1 ao H18) e a Neuraminidase (que vai do N1 ao N11). Combinando essas duas proteínas, são formadas as diferentes classificações da gripe, como H1N1, H3N2, H5N1 entre muitas outras, que dão características distintas aos vírus. Essas pequenas mudanças ocorrem todos os anos e deixam nosso sistema imunológico constantemente desarmado em relação à doença. Logo, todo ano precisamos nos vacinar contra a gripe.

Já o vírus influenza B tem duas linhagens que sofrem menos variações. Nem sempre os vírus que circulam no inverno no hemisfério norte serão os mesmos que circularão no inverno do hemisfério sul. Muitas vezes, vírus diferentes circulam ao mesmo tempo durante a temporada de gripe. Por esse motivo, não é possível antecipar qual vírus irá circular em cada região. Por exemplo, no inverno dos Estados Unidos, de 2017/18, houveram muitos casos graves causados pelo vírus H3N2, enquanto na Europa, o vírus circulante era o H1N1. Já no Brasil, os vírus que têm se propagado são do tipo A (H1N1 e o H3N2) e o tipo B. Em 2017, o vírus difundido foi o H3N2.

Não há como o médico distinguir de forma clinica um vírus de outro, já que os sintomas são basicamente os mesmos, entretanto, sabemos que o vírus H1N1 atinge mais jovens e adultos, e o H3N2 atinge mais crianças pequenas e idosos. Pessoas com doenças prévias, como as cardiovasculares, pulmonares, metabólicas, imunodeficiências; crianças; idosos e gestantes têm mais risco de contrair formas graves da gripe e devem ser sempre vacinados. Mas qualquer pessoa acima de 6 meses que queira se prevenir da doença pode se vacinar.

“Neste ano, pela primeira vez, teremos a vacina tetravalente (constituída de dois tipos de influenza A e dos dois tipos de influenza B) disponibilizada para crianças com menos de 3 anos. A vacina da GSK preconiza o uso de dose de 0,5 para crianças e adultos a partir dos 6 meses de vida. Esta é uma mudança recentemente aprovada pela ANVISA e, por esta razão, as informações da caixa ainda não foram atualizadas. A mudança de recomendação ocorreu ao longo do processo de produção e envase da vacina e, por este motivo,  acesse a bula atualizada da vacina. O outro fabricante (Sanofi-Pasteur) disponibiliza uma dosagem de 0,25mL para crianças com idade inferior a 3 anos. Ambos os esquemas estão corretos e devidamente respaldados por grandes estudos científicos.”, afirma o Dr. Jessé Alves, Médico Infectologista.

Independentemente do tipo de vacina, toda a criança com menos de 9 anos que toma a vacina de gripe pela primeira vez deve receber duas doses com intervalo de 4 semanas. A partir dos 9 anos, precisa apenas de uma dose anualmente. As contraindicações são reações graves prévias à vacina da gripe e pessoas que tiveram episódios da doença Guillan-Barré.

Uma confusão frequente é achar que a vacina causa gripe. Trata-se de um mito, uma vez que a vacina é feita com vírus inativado, incapaz de causar doença. Algumas reações vacinais podem de fato surgir, tais como, mal-estar geral, febre baixa, dor e inchaço no local da aplicação. São sintomas passageiros, que melhoram sem necessidade de medicação.

Para proteção e prevenção pessoal e da sociedade, a vacina ainda é a melhor opção, mas em caso de adoecimento, um médico deve ser sempre consultado, pois a gripe pode ser tratada com antivirais específicos. Esses tratamentos estão indicados especialmente em situações de maior risco, como gestação, crianças muito pequenas, idosos ou pessoas que tenham alguma condição de saúde prévia, que possa ser agravada pela gripe.

O Delboni oferece a vacina tetravalente (que protege contra os dois tipos de Influenza A e os dois tipos de Influenza B). Para consultar os endereços das unidades que oferecem o serviço de vacinação, clique aqui.

Agendamento de vacinas: São Paulo (11)  3049-6999 | Santos (13) 4004-6999. Vacine-se. Proteja-se.