50% das mulheres poderá ter pelo menos uma infecção urinária na vida

Sintomas, diagnóstico e tratamento de uma das doenças mais comuns do sexo feminino

12post

Quando uma bactéria atinge qualquer órgão do sistema urinário, inicia-se um quadro infeccioso chamado de Infecção do Trato Urinário (ITU), ou simplesmente infecção urinária.

Normalmente, essas infecções ocorrem na bexiga ou na uretra e, apesar de poderem atingir tanto homens quanto mulheres, são mais comuns no sexo feminino, pois a distância entre a bexiga e o final da uretra é menor, o que facilita a entrada de bactérias.

Além disso, a maior parte das infeções urinárias são causadas por bactérias advindas do intestino, dessa forma, o sexo feminino é anatomicamente mais vulnerável a esse tipo de contágio. Por fim, uma vida sexual sem os devidos cuidados também pode contribuir para a ocorrência de infecções urinárias em mulheres, na medida em que o pênis pode ser um vetor de bactérias.

Os sintomas mais comuns da infeção urinária são ardência na hora de urinar, necessidade constante de ir ao banheiro, dor pélvica e urina com cheiro forte. Entretanto, o quadro pode variar de acordo com o tipo de infecção, e, as vezes, pode apresentar sintomas sutis que passam despercebidos.

Uma infecção urinária negligenciada ou mal cuidada pode levar a infecções mais graves, que podem se espalhar pelos rins ou até mesmo por outros órgão dos corpo. Por isso é fundamental manter-se atento, e a qualquer sinal de contágio, contatar um médico.

A partir da confirmação do diagnóstico, o tratamento costuma ser feito com antibióticos que devem ser prescritos de acordo com a bactéria identificada e a intensidade da infecção.

Tags:, , , , , ,