Alimentos que fazem bem: caqui

Além de saboroso, o caqui cuida do nosso corpo de várias maneiras

delboni-caqui-corte

Outono é a estação perfeita para quem ama caqui – é nesta época do ano que os supermercados ficam cheios desta fruta vermelha e docinha que só fazem bem ao nosso organismo. Pois é, o caqui é o novo aliados dos médicos, recomendado a todas as pessoas graças aos seus vários benefícios.

O principal deles é a poderosa ação antioxidante de seus carotenoides, que reduz e previne os danos causados pelos radicais livres, vilões que danificam células e tecidos e contribuem para o envelhecimento precoce e para o surgimento de doenças neurodegenerativas como Mal de Alzheimer, além de diabetes e câncer. Um estudo realizado pela Universidade de Brasília concluiu que o extrato de caqui inibe em até 90% o dano oxidativo dos radicais livres.

Outros benefícios da fruta, mais especificamente do seu betacaroteno (o precursor da vitamina A), são afastar os problemas cardiovasculares e preservar a saúde dos olhos, ossos, unhas e cabelos. Já o licopeno, outro carotenoide, tem importante atuação na defesa do organismo, melhorando a nossa imunidade.

E tem mais: como praticamente todas as frutas, o caqui contribui para o bom funcionamento do intestino, graças as suas fibras, e atua como calmante por causa da alta concentração de açúcar e frutose – que representam até 60% de seu peso. Aliás, esta é a razão pela qual a fruta deve ser consumida moderadamente, em especial por diabéticos. Um caqui por dia, in natura, é a quantidade ideal recomendada.

Tags:, , , , ,