Arquivo para categoria: Ponto de equilíbrio

Dicas para reduzir o stress no trânsito

É possível passar menos nervoso dentro do carro

BlogDB01 (7)

O trânsito caótico é um problema que assola diversas cidades brasileiras e, dependendo do dia, fica realmente difícil manter a calma. O stress se eleva e o nervosismo sobra para todos os lados. Quem encara o trânsito vez ou outra, como para chegar ao litoral no feriado, não chega a sofrer tanto as consequências. O perigo está em quem enfrenta engarrafamentos a semana inteira, seja ao volante, seja sentado no ônibus. Leia Mais

Fim do horário de verão também pode causar confusão no organismo

Sonolência, alterações de humor, falta de fome e déficit de atenção voltam a aparecer nesta época

BlogSp

Quando o horário de verão começa, muitas pessoas demoram alguns dias para se adaptar. O sono parece não se ajeitar, a fome não aparece na hora certa, fica difícil se concentrar e a irritação fica à flor da pele. Mas muito se engana quem pensa que o fim do horário de verão é tranquilo. Leia Mais

Acalme-se: sintomas de uma crise de pânico são parecidos com os de um infarto

Falta de ar, transpiração e coração acelerado. Respire fundo: pode ser só uma crise de pânico!

BlogDB02 (3)

A síndrome do pânico é um transtorno mental de ansiedade que causa ataques repentinos de medo e desespero. Pode ser diante da necessidade de falar em público, pode ser durante o trânsito caótico e também pode ser quando menos se espera – durante o sono, por exemplo.

O ar parece faltar, o coração bate acelerado e a pessoa transpira em excesso. Tremores, tontura e mal estar também aparecem. Os sintomas são normalmente associados a um infarto, mas nem sempre é algo tão sério. Se é a primeira vez que a pessoa sente tais sintomas, a recomendação é correr para o médico para avaliar a situação – especialmente se ela tiver fatores de risco como diabetes, histórico familiar de doenças cardiovasculares, fumo, hipertensão, má alimentação e sedentarismo. Nesse caso, os sintomas podem se prolongar para dor no peito, no braço esquerdo, costas, mandíbula e estômago. Leia Mais

Centro emocional

O estômago é visto, há tempos, como o receptor das emoções e do estresse. A boa notícia é que alimentação e exercícios combatem esses problemas

O estresse não é algo ruim. Trata-se de um mecanismo natural de defesa, que auxiliou a sobrevivência do ser humano. Quando somos expostos a situações de risco, nosso organismo libera adrenalina para termos força e resistência à dor. Isso torna o raciocínio mais rápido e, por consequência, nos ajuda a encontrar alternativas para escapar do perigo.
Leia Mais

Harmonize-se

Se antes a imagem de uma pessoa conectada 24 horas era relacionada apenas a algumas profissões − como um operador da bolsa ou um médico −, no século 21 não importa a carreira: você provavelmente é alcançado a qualquer hora do dia (e da noite) por questões profissionais, ou não, e precisa aprender a lidar com isso de forma positiva

delboni-harmonia-corte

Smartphones, tablets, notebooks e outros gadgets comuns entre os profissionais da Geração Y são úteis para resolver situações fora do escritório, mas podem transformar as pessoas em escravas permanentes do trabalho. Nesse cenário, em que a tecnologia tornou tênue a barreira entre vida pessoal e profissional, como encontrar o equilíbrio?
Leia Mais

Desacelere

O stress já é considerado um dos principais responsáveis emocionais por doenças físicas

delboni-stress-corte

Até certo ponto, o stress faz bem para a saúde, nos deixa mais alertas e com energia para completar a rotina. O difícil é notar quando você passa do ponto e precisa desacelerar para não causar prejuízos à sua saúde. Alguns sinais discretos do corpo podem ajudar você nessa tarefa:

  • Tremores leves nas mãos e nos lábios
  • Dor de estômago
  • Ataques súbitos de pânico
  • Desejo sexual diminuído
  • Mudanças de humor radicais
  • Insônia ou sono inquieto
  • Suor frequente
  • Gripes e resfriados
  • Crises recorrentes de alergia

(Texto publicado originalmente na Revista Delboni Auriemo. Você pode fazer o download para iPad neste link (http://bit.ly/XIXQER) ou retirar sua versão impressa em qualquer Unidade de Atendimento do Delboni (http://bit.ly/XIXNc2).)

Alimentação saudável

Você conhece o projeto Segunda Sem Carne?

delboni-segundasemcarne-corte

O projeto Segunda Sem Carne é uma iniciativa para que as pessoas deixem, pelo menos uma vez por semana, a proteína animal de lado e experimentem um pouquinho do mundo vegetariano. A carne vermelha, principalmente, é uma das responsáveis pelo envelhecimento precoce e diversos problemas de saúde, por exemplo.

Para acabar com a indecisão sobre o que comer deixando os filés de lado, o web-aplicativo Naveg indica os restaurantes veggies mais próximos e ajuda na sua escolha com dicas dos usuários. Ele funciona em iOS, Android e Windows Phone, basta você entrar no site por meio do navegador, criar um atalho para ele em sua página inicial e pronto.

(Texto publicado originalmente na Revista Delboni Auriemo. Você pode fazer o download para iPad neste link (http://bit.ly/XIXQER) ou retirar sua versão impressa em qualquer Unidade de Atendimento do Delboni (http://bit.ly/XIXNc2).)

Mitos e verdades sobre suplementos alimentares

O que é verdade e o que é mentira sobre o produto favorito dos apaixonados por academia?

delboni-suplemento-corte

A maioria dos praticantes de esportes e dos seguidores da musculação costuma usar suplementos alimentares para conseguir malhar mais e obter mais resultados. Há quem fique com brilho nos olhos quando encara uma prateleira cheia de suplementos, há quem torça o nariz para eles. Afinal, quais são os mitos e verdades envolvendo estes produtos?

Suplementos funcionam como anabolizantes?
Mito! São duas coisas diferentes. Enquanto os suplementos são produtos destinados a suprir carências nutricionais do organismo, os anabolizantes são medicamentos que envolvem hormônios masculinos. Os suplementos complementam a dieta e são compostos naturais oferecidos pelos alimentos, podendo conter proteínas, carboidratos, vitaminas, fibras e sais minerais. Ao contrário dos anabolizantes, não precisam de prescrição médica, mas precisam ter aprovação da Anvisa (fique atento ao rótulo).

O excesso de suplemento faz mal?
Verdade! Mesmo que o suplemento só tenha produtos naturais em sua composição, tudo o que é tomado em exagero faz mal. Além de poder engordar, o excesso proteico também pode causar sobrecarga renal, desequilíbrio metabólico, intoxicação hepática, aumento de processo inflamatório e redução na perda de peso.

Quem toma suplemento obtém hipertrofia muscular?
Mito! Quem toma suplementos nas condições corretas ganha massa magra e um corpo mais definido, mas não necessariamente músculos grandes. O músculo cresce com exercícios e alimentação correta – o suplemento só ajuda a definir.

Creatina e whey protein pode trazer riscos?
Parcialmente verdade. A creatina pode, dependendo da dose, causar problemas nos rins e no fígado, principalmente em pessoas que já apresentam anormalidades nesses órgãos. Já a whey protein, por ser rica em leucina, pode induzir a proliferação de células cancerígenas e aumentar a resistência insulínica (estágio inicial de diabetes tipo2). No entanto, os riscos ocorrem com o uso indevido. Se houver recomendação e acompanhamento de especialista, sem problemas.

Há contraindicação para o uso do BCAA (aminoácidos de cadeia ramificada)?
Verdade! Usado para recuperar lesões musculares formadas durante um treino intenso de musculação, ele pode diminuir o nível de serotonina, alterando o humor, sono e uma série de outros problemas emocionais. Pessoas com tendência à depressão devem evitar.

Os suplementos podem deixar de fazer efeito ao longo do uso?
Mito! Suplementos não são como antibióticos, que perdem o efeito se usados diversas vezes. Na verdade, o treino deve ser regularmente alterado para causar estímulo aos músculos e, dependendo do caso, pode ser preciso aumentar ou diminuir a dose do suplemento. No entanto, o efeito não se perde.

Como deixar o café da manhã mais saudável?

A refeição mais importante do dia também deve ser pensada com cuidado

delboni-cafemanha-corte

“Tome o café como um rei, almoce como um príncipe e jante como um mendigo”, assim reza a sabedoria popular. E a frase está corretíssima – o café da manhã é a refeição mais importante por ser a responsável pela energia que vai nos manter ativos o dia inteiro. No entanto, enquanto algumas pessoas não dão importância alguma e pulam o desjejum, outras levam a ideia de majestade muito a sério e acabam extrapolando.
Leia Mais

Livro aponta erros comuns na malhação masculina

Personal trainer revela as falhas do forte desejo de ganhar músculos e perder gordura

delboni-academia-corte

Existe a terrível ditadura da magreza para as mulheres, mas atualmente os homens também estão passando pela ditadura do bíceps e do tanquinho. Os rapazes que decidem entrar na academia geralmente querem músculos definidos o mais rápido possível e não poupam esforços para ter a sonhada silhueta.
Leia Mais