Confira as dicas da Dra. Yolanda Schrank para os diabéticos que pretendem viajar

Antes de viajar, faça uma lista de tudo que é indispensável para o seu cuidado pessoal

Delboni_0902_blog.Ajus

É possível viver bem com diabetes e ter dias de descanso ou férias muito tranquilos.  Pensando no bem estar deles, a Dra. Yolanda Schrank elaborou algumas dicas para os diabéticos passarem dias agradáveis sem nenhum contratempo ou stress durante a viagem.
Para os diabéticos que vão dirigir:
– É muito importante fazer um teste de glicemia antes de pegar estrada para saber como está sua dose de glicose no sangue e corrigi-lo caso necessário;

– Não se esqueça de levar seu glicosimetro, as tiras reagentes, o lancetador e alguns saches de álcool para realizar os testes durante a viagem;

– O ideal seria, para cada três ou quatro horas de viagem, parar e fazer o teste de glicemia. Aproveite esta parada para esticar as pernas e fazer uma curta caminhada;

– Mantenha por perto um suprimento de lanches para não atrasar sua rotina alimentar. Dê preferência aos carboidratos e proteínas;

– Caso você sinta algum sintoma de hipoglicemia, saia imediatamente da estrada e espere até que os níveis de açúcar em seu sangue voltem ao normal e você esteja seguro de voltar à estrada.
Já para os que vão de avião:

– O ideal é fazer um plano de viagem para o tempo da sua insulina, lanches, exercícios e refeições não sair do controle;

– Converse com o seu médico sobre o fuso horário a ser enfrentado, o tempo de viagem e algumas peculiaridades da região escolhida para a viagem;

– Leve com você um relatório do seu médico explicando que você tem diabetes e que estará com medicamentos e insumos como: insulina, seringas, canetas de aplicações de insulina contigo para controle da doença. Por fim, peça ao seu médico para destacar o CID (Código Internacional de Doenças);

– Tenha na bolsa de mãos a receita dos seus medicamentos e cópias duplicadas da receita e do relatório do seu médico. Além de glicosimetro, tiras reagentes, lancetador, lancetas, álcool sache, pilhas extras para o glicosimetro, bolachas, barras de cereal, saches de glicose;

– Sua lista de medicações deve estar com você junto com o seu passaporte, isso pode ajudar na hora de passar pela alfândega;

– Leve os medicamentos e material reserva, de preferência o dobro do que estima usar;

– Lembre-se de beber muita água;

– Se possível, evite ficar sentado por longos períodos. Dê preferência a um assento no corredor para você poder esticar as pernas e sempre que possível, caminhe pelo corredor.

E por fim, lembre-se: respeitar os sinais e limites do seu corpo é a melhor maneira de evitar indisposições e problemas de saúde.
Boa viagem a todos!

Tags:, , ,