Delboni inicia campanha de vacinação contra HPV voltada para jovens de 9 a 26 anos

Faixa etária é a mais indicada para receber a vacina, já que nos primeiros anos de vida sexual grande parte das pessoas já se contaminam com o HPV. Homens também são alvo da campanha

Blog

O Delboni Medicina Diagnóstica iniciou na semana passada sua campanha de vacinação contra o HPV (Papiloma Vírus Humano), considerada a mais difundida doença sexualmente transmissível e a principal causa do câncer de colo de útero. A campanha tem como foco os jovens de 9 a 26 anos, uma vez que a doença é transmitida desde o início da vida sexual. “A maioria das pessoas adquire o HPV nos primeiros três anos em que passam a ter relações sexuais”, afirma o médico sanitarista Dr. Ricardo Cunha, responsável pelo setor de vacinas do Delboni.

As vacinas contra o HPV são administradas em três doses, a primeira dose é administrada na data escolhida, a segunda dose com intervalo de 30 a 60 dias (dependendo da vacina utilizada) e a terceira doses com 6 meses de intervalo da primeira dose. Apenas a vacina quadrivalente (HPV 6, 11, 16 e 18) é recomendada e aprovada para uso em homens. Resultados dos estudos clínicos demonstraram eficácia de 99% para câncer de colo de útero, 100% de proteção para lesões de alto grau de vagina e vulva e 99% para lesões genitais externas.

O médico explica que a vacina é mais eficaz quando realizada entre 9 e 14 anos de idade, mas que também tem uma excelente eficácia em pessoa com mais idade. Estima-se que mais 70% dos homens e mulheres sexualmente ativos entrem em contato com um ou mais tipos de HPV em algum momento de suas vidas, sendo 46% das mulheres nos primeiros dois anos de atividade sexual e 60% dos homens nos primeiros três anos de atividade sexual. “Por conta disso, o recomendável é vacinar os adolescentes antes mesmo do início da atividade sexual”, diz o especialista, lembrando que isso vale tanto para as meninas quanto para os meninos.

“Importante salientar também que o HPV, além de ter comprovada associação com o câncer do colo uterino, de vagina e de vulva, também está relacionado às verrugas genitais, câncer de ânus, câncer de laringe e câncer de pênis nos homens. Portanto é uma infecção que acomete tanto homens como mulheres”, diz o Dr. Cunha.

 

Segundo o médico, o contato sexual é a maneira mais comum de contágio, incluindo o sexo oral e as chamadas “preliminares”. Isso porque somente o simples atrito da mão, boca ou genitais com a mucosa infectada já são suficientes para contaminação pelo vírus.

 

Embora não substitua outros métodos de prevenção nem permita o abandono do uso de preservativos, a vacina é mais uma arma contra a doença, já que se trata de um vírus altamente contagioso.

 

Além disso, por ser uma doença silenciosa, que na maioria das vezes não apresenta sintomas, é muito importante se precaver de todas as formas e consultar regularmente um especialista para realizar exames periodicamente.

 

A vacina contra o HPV pode ser adquirida nas seguintes unidades do Delboni:

 

  • Alto de Pinheiros
  • Alto de Santana
  • Augusta
  • Brasil 721
  • Chácara Flora
  • Granja Viana
  • Guarulhos
  • Lapa
  • Líbero Badaró
  • MegaUnidade 23 de Maio
  • MegaUnidade Brooklin
  • MegaUnidade Itaim Bibi
  • MegaUnidade Jardim Sul
  • MegaUnidade Luiz Dumont Villares
  • MegaUnidade Mooca
  • MegaUnidade Ricardo Jafet
  • MegaUnidade Santo André
  • MegaUnidade São Bernardo do Campo
  • MegaUnidade Sumaré
  • MegaUnidade Tatuapé
  • Osasco
  • Santo André
  • Santos

 

Para mais informações acesse: http://www.delbonivacinas.com.br/#campanhahpv

Tags:, , , , , , , , ,