Elas não são para todo mundo

Apesar de não parecer, vitaminas são medicamentos e podem, sem indicação médica, fazer mal ao seu corpo

BlogDB01 (1)

A ideia de que vitaminas fabricadas são sempre excelentes para o homem já caiu por terra. E, para os que tomam esses produtos achando que, pelo menos, mal não vão fazer, vale avisar: podem ser prejudiciais, sim. Afinal, você corre o risco de ingerir, sem saber, alguma vitamina inadequada ao seu organismo. Um exemplo: pessoas com problemas no coração devem evitar a vitamina K, presente em arroz integral, leite, castanha, entre outros alimentos.

Isso significa que não se deve fazer uso de nenhum suplemento vitamínico? Não. Significa que é preciso saber o que, de fato, você está ingerindo e se é realmente necessário para a sua saúde. Afinal, apesar da existência dos multivitamínicos, as carências não são genéricas.

Suplementos alimentares abrangem uma vasta rede, que incluem macronutrientes (carboidratos, proteínas, gordura, fibras) e micronutrientes (vitaminas e sais minerais), ou seja, são inúmeras as possíveis indicações médicas. “A indicação de suplementação, feita sempre por um profissional, deve ser individualizada e não recomendada para a população geral. Devem ser medicados com suplementos aqueles indivíduos que tenham uma patologia relacionada a alguma deficiência nutricional e serão beneficiados pela suplementação, ou que tenham falta de certo nutriente que não pode ser corrigida pela alimentação”, explica o endocrinologista Dr. Leonardo Tucci.

Nosso Diretor Médico e cardiologista, Dr. Rafael Munerato, segue a mesma linha de pensamento: “As pessoas nunca devem tomar vitaminas por conta própria – a reposição vitamínica deve ter orientação de um médico. Isso  orque tomar vitaminas sem precisar pode ser perigoso à saúde. Existem dois grupos de vitaminas: hidrossolúveis (dissolvem em água) e lipossolúveis (dissolvem na gordura). Principalmente as vitaminas do grupo lipossolúvel (A, D, E e K) quando ingeridas em excesso podem impregnar no tecido adiposo e levar a quadros de intoxicação vitamínica”.

Ainda de acordo com nosso Diretor Médico, há momentos na vida em que vitaminas são mais necessárias do que em outros. “Existem fases da vida (como a infância); situações especiais (como a gestação) e algumas doenças que exigem a reposição vitamínica. Nesses casos o médico passa a orientação de quais as vitaminas que devem ser suplementadas.” O nutrólogo Dr. Dan Waitzberg explica algumas diferenças: “Um atleta de alta performance muitas vezes não consegue repor com a alimentação o que gasta no treino. As mulheres grávidas precisam de mais ferro e vitaminas. Já os idosos têm dificuldade em se alimentar bem: não têm estímulos e não gostam de alimentos e frutas duras, por exemplo. No caso das crianças, há sempre aquelas que se recusam a ingerir legumes, verduras e frutas, e tomam pouco sol”.

Os preferidos

  • Conheça alguns dos suplementos mais consumidos:
  • Aqueles que contêm proteínas e carboidratos
  • usados por atletas profissionais
  • Suplementos multivitamínicos
  • Suplementos com ferro
  • Suplementos com cálcio e vitamina D

Saúde na mesa
A melhor forma de garantir um corpo saudável ainda é comendo direito. “Para grande parte da população, os nutrientes necessários são conseguidos por meio da alimentação”, garante Dr. Leonardo Tucci. Ou seja, vale muito mais apostar em uma reeducação alimentar com um profissional do que atacar a gôndola de suplementos da farmácia. É importante entender que a suplementação é exatamente o que o nome sugere: um extra, um complemento que deve ser utilizado em casos específicos. Uma dieta balanceada somada a exercícios físicos e redução dos maus hábitos (cigarro, bebida alcoólica, drogas, noites mal dormidas) ainda é a melhor receita para uma vida saudável.

Para quem?
Conheça alguns exemplos de casos que têm necessidade de suplementação:

  • Anemia por deficiência de ferro ou vitamina B12
  • Osteoporose com deficiência de ingestão de cálcio
  • Pessoas com doenças intestinais que causem má
  • absorção de nutrientes
  • Pacientes submetidos à cirurgia bariátrica
  • Pacientes críticos de terapia intensiva

Mitos

1. Suplementos vitamínicos melhoram a imunidade
“Esse é um tema muito polêmico. Alguns estudos demonstram que, em determinadas situações, certos suplementos podem melhorar a imunidade, como a do sistema digestivo com determinadas vitaminas ou a do sistema respiratório em pacientes com bronquite crônica”, explica Dr. Leonardo Tucci. Dr. Rafael completa: “O estoque adequado no corpo melhora a imunidade – somente nas pessoas com deficiência vitamínica os suplementos teriam esse benefício. Nas pessoas saudáveis o suplemento não interfere na imunidade”.

2. Vitaminas nunca são demais
Quando usados de forma incorreta, os suplementos podem mesmo fazer mal. “Algumas formas de hipervitaminose podem ser prejudiciais à saúde. Nos complexos vitamínicos existentes no mercado há grande concentração de vitaminas que, se ingeridas de forma incorreta, podem fazer mal”, alerta Dr. Leonardo Tucci. “Recentemente, foi noticiada a associação de excesso de vitamina E com o aumento na incidência de câncer de próstata. Outros estudos semelhantes em outras áreas já foram publicados, mostrando possível efeito prejudicial do excesso de vitaminas.”

3. Se funciona para ele, funciona para mim
É bastante recorrente pessoas com o mesmo objetivo acreditarem que se tomarem suplementos conquistarão o resultado desejado. Mas o Dr. Dan Waitzberg alerta que existe um perigo considerável em um esportista ingerir, sem recomendação médica, suplementos indicados normalmente para atletas. “É muito comum em academia praticantes tomarem aminoácidos, por exemplo. O que muitos não sabem é que esse tipo de suplemento pode prejudicar o equilíbrio dos demais aminoácidos, causando problemas renais. E essa consequência só será sentida no futuro”, avisa.

 

(Texto publicado originalmente na Revista Delboni Auriemo. Você pode fazer o download para iPad neste link (http://bit.ly/XIXQER) ou retirar sua versão impressa em qualquer Unidade de Atendimento do Delboni (http://bit.ly/XIXNc2).)

Tags:, , , ,