Não desperdiçar comida é cuidar do Meio Ambiente

A decomposição de alimentos libera gás metano, que é prejudicial à camada de ozônio

delboni-comida-corte

Todas as mães do mundo já usaram o argumento de que desperdiçar comida é feio, já que tanta gente passa fome no mundo. Isto não deixa de ser verdade, mas temos mais um motivo para você prestar atenção no quanto coloca no prato – é uma atitude sustentável que cuida do meio ambiente e da sua saúde.

Quando se decompõe, o lixo orgânico (restos de alimentos, por exemplo) libera gás metano, um gás 21 vezes mais poderoso que o gás carbônico em termos de efeito estufa. Isto sem falar no chorume, um líquido de odor forte e alto potencial de contaminação do solo e dos lençóis freáticos.

Segundo dados do IBGE, 64% de tudo o que é plantado no Brasil acaba indo para o lixo e esta estatística fica pior ainda quando paramos para pensar em quantos milhões de pessoas estão passando fome pelas ruas.
O controle do desperdício começa em casa e pequenas atitudes fazem a diferença:

– Só coloque no prato o que realmente for comer. Se a fome persistir, aí sim volte e pegue mais um pouco.
– Cozinhe porções menores. Se ainda assim houver sobras, guarde para a próxima refeição
– Cuidado ao manipular alimentos, evite apertar ou derrubar os produtos
– Prefira os produtos da estação, que são mais saborosos e exigem menos produtos químicos
– Cuidado com as promoções nos mercados – nem sempre vale a pena comprar vários pés de alface, por exemplo, se não for dar tempo de comer todos antes de estragar
– Faça uma horta em casa – além de economizar dinheiro ao plantar seus temperos, você pode utilizar as cascas de frutas e legumes e restos de comida como adubo
– Se você almoça fora todo dia e sempre vem mais comida do que você precisa, peça para embrulhar o resto e entregue a um morador de rua no caminho

Tags:, , , , ,