Pesquisa conclui: muita luz durante a noite engorda

E não importa o grau de atividade física ou a quantidade de comida ingerida

delboni-sonoluz-corte

Todo mundo já ouviu alguém reclamar que come direito, faz exercícios regularmente e que mesmo assim o ponteiro da balança não abaixa. Pois talvez o problema seja o aumento de peso durante o sono. Parece estranho, mas é verdade: pessoas que dormem expostos a uma luminosidade persistente têm um aumento de peso.

A conclusão é de um grupo de pesquisadores da Universidade de Ohio, que fez uma experiência com ratos. “Apesar de não haver nenhuma diferença no grau de atividade física ou na quantidade de comida consumida cotidianamente, os ratos que viveram com luz durante o ciclo noturno engordaram mais que os outros”, observou Laura Fonken, pesquisadora de neurologia e líder do estudo.

O teste foi feito da seguinte maneira: alguns ratos dormiram à noite com uma luz fraca na sala (como uma TV ligada) durante oito semanas, enquanto outros ficaram em um ambiente totalmente escuro. Também havia outra divisão importante – metade podia comer quando bem entendesse e metade só podia comer durante as horas claras do dia.

O fato é que, em média, todos os ratos envolvidos acabavam ingerindo a mesma quantidade de comida e fazendo os mesmos exercícios, mas os ratinhos que dormiram com claridade apresentaram um índice de massa corporal (IMC) cerca de 50% maior que os outros.

“Há algo na noite que, com a luz, faz com que os ratos comam em horas inadequadas, o que faz com que não metabolizem direito sua comida”, explicou Randy Nelson, co-autor do estudo. A próxima etapa da pesquisa é fazer o teste com humanos, mas agora você já sabe: na dúvida, desligue todas as luzes e feche bem as janelas.

Tags:, , , , ,