Série especial: Entender para Prevenir

Post #01 – Adesivo, Anel e Camisinha Feminina.

Corte03

Prevenir uma gravidez não se resume ao uso da pílula anticoncepcional e da camisinha. Hoje inauguramos uma série muito especial no Blog do Delboni, “Entender para Prevevir”. Nela, vamos abordar o funcionamento de métodos contraceptivos que existem no mercado, para que você possa conversar com seu médico e descobrir qual deles se adequa melhor ao seu estilo de vida.

Toda terça-feira, você vai encontrar aqui um post falando sobre 3 métodos diferentes. Se alguma dúvida surgir, é só enviá-la através da nossa página no Facebook que, ao final da série, uma de nossas médicas irá responder as principais questões encaminhadas.

 

Adesivo Contraceptivo

Trata-se de um adesivo de formato quadrado e dimensões médias que deve ser colado na pele. A mulher permanece com ele ao longo de 7 dias e, no oitavo, deve retirá-lo e imediatamente substituí-lo por outro até o 21o dia, quando deve iniciar a pausa de uma semana.

Enquanto está sobre o corpo, o adesivo contraceptivo libera uma combinação hormonal que evita a ovulação e dificulta a penetração dos espermatozoides no óvulo e, quando usado corretamente, possui uma eficácia de até 92%.

Por não exigir uma manutenção diária, o adesivo pode ser uma opção interessante para quem não quer ter que se preocupar em tomar remédios todos os dias, por exemplo. Entretanto, banhos muito quentes ou suor excessivo podem fazer com que ele descole, por isso, é necessário tomar cuidado.

Os hormônios liberados pelo adesivo são absorvidos primeiro pela pele e, posteriormente, processados pelo fígado. Dessa forma, seu uso costuma ser indicado para mulheres com problemas hepáticos.

 

Anel Contraceptivo

Aplicado como se fosse um absorvente íntimo, o anel contraceptivo é pequeno e libera, diariamente, uma combinação hormonal diretamente na parede vaginal que impede a ovulação. Ele deve ser colocado uma vez por mês, no primeiro dia da menstruação, e retirado após 3 semanas.

Quando usado de maneira totalmente correta, o anel possui uma eficácia de até 99,7%. Da mesma forma como o adesivo, não exige uma manutenção diária o que o torna uma boa opção para quem costuma ser um pouco esquecida.

 

Camisinha Feminina

Feita de látex, a camisinha feminina deve ser colocada no canal vaginal antes da penetração para impedir o contato entre o pênis e a vagina.

Por ser uma barreira física entre eles, a camisinha não só bloqueia a entrada do sêmen impedindo a concepção, como também ajuda na prevenção da AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Tags:, , , , , , , ,