Entenda o que são e para que servem os Telômeros

Ideal para quem busca uma vida plena e longa, a alimentação aliada ao estilo de vida saudável é um dos fatores que mais influenciam na saúde da mente e do corpo

telomeres_1

 

Ontem, dia 03/12, o Jornal Nacional, da Rede Globo, fez uma reportagem sobre um estudo publicado no British Medical Journal a respeito da importância da dieta mediterrânea como receita de longevidade. Isto porque a mistura de vegetais, azeite, peixe fresco e frutas podem manter as pessoas geneticamente mais jovens, uma vez que o consumo destes alimentos está relacionado ao encurtamento dos Telômeros.

Os Telômeros são sequências repetitivas de DNA que existem nas extremidades de todos os cromossomos humanos. O encurtamento destas células está relacionado aos hábitos de cada indivíduo, e faz parte do ciclo natural da vida.

Com a função de proteger e separar os cromossomos, os telômeros são semelhantes à capa plástica de cadarços de sapato, que impedem que o cadarço desfie, estrague e perca sua função. Em cada célula humana existem 23 pares de cromossomos, portanto, 92 telômeros (um em cada extremidade de 46 cromossomos no total).

O Teste para Medição dos Telômeros é realizado por meio de uma coleta simples de sangue. Ele pode ser requisitado por especialistas das áreas de geriatria, nutrologia, endocrinologia, dermatologia, entre outras. “A partir do sangue, se extrai a célula (glóbulos brancos nucleados – Linfócitos T) para estudo do cromossomo e é possível analisar a extensão dos telômeros por uma metodologia de alta sensibilidade e última geração”, revela o Dr. Rafael Munerato, diretor clínico do Delboni.

 

Ideal para quem busca uma vida plena e longa, a alimentação aliada ao estilo de vida saudável é um dos fatores que mais influenciam na saúde da mente e do corpo. O teste também pode ser utilizado em função da estética, pois reflete indiretamente na melhoria da qualidade de vida. Após a realização do exame, com o auxílio do resultado, os especialistas podem sugerir medidas para ajudar as pessoas a lidarem com os “pneuzinhos” indesejados, por exemplo, influenciando o paciente a prezar cada vez mais pela sua qualidade de vida e bem estar.
Confira abaixo tudo que o exame pode revelar:

 

·         Bom índice de telômeros, bom estilo de vida: é a confirmação de que as ações escolhidas e hábitos de vida adotados estão funcionando;

 

·         Índice de telômeros insatisfatório, estilo de vida insatisfatório: indica a necessidade de mudanças nos hábitos de vida e evidencia o envelhecimento interno antes do surgimento de doenças externas;

 

·         Índice de telômeros insatisfatório, bom estilo de vida: neste caso, é necessário verificar com atenção o estilo de vida adotado (qualidade dos alimentos ingeridos, excesso de exercícios, estresse, entre outros) e fazer um diagnóstico mais profundo (há deficiências nutricionais subclínicas? Existe sensibilidade alimentar? É necessário iniciar algum tipo de terapia de reposição hormonal?).
O teste está disponível há mais de um ano no Delboni Medicina Diagnóstica. Vale lembrar que para realização da medição dos telômeros é preciso o pedido de um médico, já que o laudo necessita da interpretação e acompanhamento de um especialista.
Saiba mais sobre os nossos serviços em: http://www.delboniauriemo.com.br/

Dicas para reduzir o stress no trânsito

É possível passar menos nervoso dentro do carro

BlogDB01 (7)

O trânsito caótico é um problema que assola diversas cidades brasileiras e, dependendo do dia, fica realmente difícil manter a calma. O stress se eleva e o nervosismo sobra para todos os lados. Quem encara o trânsito vez ou outra, como para chegar ao litoral no feriado, não chega a sofrer tanto as consequências. O perigo está em quem enfrenta engarrafamentos a semana inteira, seja ao volante, seja sentado no ônibus. Leia Mais

Sucos que matam a fome ajudam a dieta no verão

Aposte em misturas poderosas que diminuem a gula do calor

BlogDB02 (6)

Fato: também não é fácil manter a dieta em dia durante o verão. Basta sair naquele sol forte que bate uma vontade de tomar sorvete, pedir um milkshake, marcar aquela cervejinha com os amigos. Na praia o problema não é tão diferente: as porções nos quiosques são tentadoras, tanto pelo aroma quanto pela praticidade. O ponteiro da balança reclama rapidinho. Leia Mais

Fim do horário de verão também pode causar confusão no organismo

Sonolência, alterações de humor, falta de fome e déficit de atenção voltam a aparecer nesta época

BlogSp

Quando o horário de verão começa, muitas pessoas demoram alguns dias para se adaptar. O sono parece não se ajeitar, a fome não aparece na hora certa, fica difícil se concentrar e a irritação fica à flor da pele. Mas muito se engana quem pensa que o fim do horário de verão é tranquilo. Leia Mais

Alimento da estação: frutas secas

Aposte na variedade para ter inúmeros benefícios para a saúde!

Ainda que em dezembro o consumo fique bem alto – afinal, fica difícil imaginar uma ceia de Natal sem nozes, castanhas, amêndoas, damascos, tâmaras e todas as outras do tipo –, é bom saber que é possível comprar e comer frutas secas o ano todo, não é mesmo? Pois pode encher o prato: além de deliciosas, elas fazem muito bem à saúde.

As frutas desidratadas se dividem em dois tipos: frutos secos oleaginosos e as frutas secas de fato. A primeira classificação são as sementes, como avelãs e castanhas-do-pará, enquanto as frutas secas compreendem as uvas passas, damascos e figos, entre outros. Os dois grupos são repletos de nutrientes e eles podem servir como alternativa para quem quer controlar a alimentação sem abrir mão da saúde.

O ideal é misturar todas, pois cada uma traz um benefício diferente. O damasco, por exemplo, é rico em vitamina A e ferro, a ameixa seca é rica em fibras e a banana passa possui vitaminas A e do Complexo B, além de magnésio, potássio, fósforo e zinco. Já a tâmara possui muito ferro e potássio, sendo indicada para anêmicos e hipertensos.
As frutas oleaginosas, por sua vez, são importantes por causa da presença da vitamina E e dos ácidos graxos ômega-3, as gorduras monoinsaturadas. Estas são consideradas “gorduras boas”, pois auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares.

Para cuidar do coração, aliás, invista especialmente nas nozes – além do ômega-3, elas também possuem grandes quantidades de ácido alfa-linoléico, que pode diminuir arritmias cardíacas, e são tão eficazes quanto o azeite na redução da inflamação e oxidação das artérias após uma refeição gordurosa.

A castanha de caju, por sua vez, é boa fonte de fósforo, ferro, sódio, potássio, proteínas e inúmeros tipos de aminoácidos, inclusive o argimino, que se converte em óxido nítrico, alargando as artérias e diminuindo a pressão sanguínea, auxiliando no controle da hipertensão.

Outra ótima dica é a castanha-do-pará: sua maior vantagem é garantir altas doses de selênio, substância que age no funcionamento cerebral e atua como antioxidante. Os homens têm motivo em dobro para consumi-la: este mineral pode proteger contra câncer de próstata e outras doenças. Já para as mulheres, a dica é comer amêndoas: elas têm mais cálcio do que qualquer outra fruta seca, o que faz dela um bom alimento para combater a osteoporose.

Só é importante lembrar as frutas secas, assim como qualquer alimento do mundo, podem fazer mal se forem consumidas em excesso. Como possuem gorduras (ainda que saudáveis) e proteínas, elas podem criar o efeito contrário e elevar o ponteiro da balança.

Dia Nacional da Mamografia é mais um alerta para a prevenção do câncer de mama

Exame é a melhor forma de detectar a doença ainda no começo

blogOutros

O Dia Nacional da Mamografia é comemorado desde 2008 no dia 5 de fevereiro, isto graças a um projeto de lei aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. A data foi escolhida a dedo: é o dia em que os católicos festejam Santa Ágata, protetora contra as doenças mamárias e padroeira dos mastologistas. E, considerando que apenas um dia antes é comemorado o Dia Mundial do Câncer, esta é a melhor hora para divulgar a importância de marcar os exames para prevenir ou detectar a doença precocemente. Leia Mais

Bafômetro especial diz se você está emagrecendo de verdade

Companhia japonesa cria aparelho que procura traços de acetona no hálito

BlogDB01 (4)

A princípio, o título e o subtítulo do texto podem confundir muita gente – afinal, bafômetro não mede o álcool no organismo? Acetona não é algo que faz parte de alguns removedores de esmalte? Mas a notícia é exatamente esta: japoneses inventaram um tipo de bafômetro que, através da acetona, pode dizer se a sua dieta e o seu esforço estão dando resultados. Leia Mais

Chia – tudo sobre a semente que auxilia no emagrecimento

Além do efeito seca-barriga, a chia faz uma verdadeira limpeza no organismo

BlogDB03

A chia ganhou espaço nas dietas brasileiras há pouco tempo, mas sua história é muito mais antiga – a planta é cultivada desde 2600 a.C e desde aquela época o grão de chia era consumido por maias e astecas com a intenção de aumentar a resistência física. Leia Mais

Gestantes que fazem exercícios físicos estimulam o cérebro do bebê

Vinte minutos de exercícios físicos, três vezes por semana, já são suficientes

BlogDB02

Ninguém recomenda a malhação pesada para uma mulher que está grávida, mas exercícios leves fazem bem sim – tanto para a mãe quanto para o bebê. Além de manter a saúde em dia e evitar engordar demais nesta fase, a gestante que pratica alguma atividade física está ajudando a desenvolver o cérebro do bebê ainda no útero. Leia Mais

Acalme-se: sintomas de uma crise de pânico são parecidos com os de um infarto

Falta de ar, transpiração e coração acelerado. Respire fundo: pode ser só uma crise de pânico!

BlogDB02 (3)

A síndrome do pânico é um transtorno mental de ansiedade que causa ataques repentinos de medo e desespero. Pode ser diante da necessidade de falar em público, pode ser durante o trânsito caótico e também pode ser quando menos se espera – durante o sono, por exemplo.

O ar parece faltar, o coração bate acelerado e a pessoa transpira em excesso. Tremores, tontura e mal estar também aparecem. Os sintomas são normalmente associados a um infarto, mas nem sempre é algo tão sério. Se é a primeira vez que a pessoa sente tais sintomas, a recomendação é correr para o médico para avaliar a situação – especialmente se ela tiver fatores de risco como diabetes, histórico familiar de doenças cardiovasculares, fumo, hipertensão, má alimentação e sedentarismo. Nesse caso, os sintomas podem se prolongar para dor no peito, no braço esquerdo, costas, mandíbula e estômago. Leia Mais